A Saudade Dos Corpos

A noite chega
E os corpos
Sentem saudade

Saudade
Um do outro
Como nunca
Se havia tido antes

O desejo do reencontro
É tamanho
Que a ansiedade chega a parecer
A do primeiro encontro

Os corpos se encontram
Abraços e carícias
Falam mais que palavras
Para que cada segundo
Não seja perdido

Afinal
Os dois corpos
Não estão juntos
Desde o amanhecer.

Autor: Jackson Melo

Ator da Cia de Teatro Assisto Porque Gosto e Poeta.

Deixe um comentário