Publicado em Categorias Poesia

Na solidão
De minha casa
Onde somente os versos
Me acompanham
Você me vem

Teus cabelos negros
Trazem o brilho
Do sorriso
Que me abala

Enquanto caminho
Pros teus braços
Cada passo
Me leva ao paraíso

Seu toque
Calou meus lábios
Para que nenhuma palavra
Comprometa
O nosso momento
De prazer

O calor do teu corpo
Aquece o meu coração
E me envolve em teus
Braços

Os beijos
Trazem o apelo
De que a noite nunca se
Acabe

Mas, a noite
Se faz breve
E assim como tudo que é bom
Ela se vai

Na despedida
Te entrego um pedaço
Do meu peito
Olho em teus olhos
E você se vai

Para onde?
Quando volta?
Eu não sei.

Publicado em Categorias Poesia

Se aproxima
O espetáculo

A maquiagem
Está pronta
Regada de lágrimas
Lágrimas de alegria
Que não marcam
A expressão
Que traz o sorriso
Do meu público

Todo meu corpo
Se esvazia
Do meu ser
Abrindo espaço
Pro personagem
Que está prestes
A me transbordar

Minhas vontades
Emoções
Cada sentimento
Não estarão comigo
Todo meu espaço
Será dele

Tudo
Para que a minha mensagem
Chegue a cada um
Dos que assistem
Para que sejam tocados
Pela minha arte
A arte do teatro

As cortinas se abrem
O frio
Que assombrava
Minhas entranhas
Tornou-se a chama
Da minha inspiração

Subi ao palco
Meu palco
Minha morada
Morada do ator.

Publicado em Categorias Poesia

Em meio à noite fria
A solidão
Se faz presente
A saudade é companhia
E minha falta
É você

Você
Que há tempos
Não vejo
Não toco
E não beijo

Ah, teus carinhos
Os olhares
As palavras doces
Trocadas
Promessas de uma vida
Simples
Repleta de amor

O valor
Que não te dei
Os elogios e a gratidão
Não demonstrados
Uma vida perdida
Tantas coisas
Que não te disse
Meu amor

Só agora
Agora que não te posso
Agora que não te tenho
Agora…
Agora que o frio
Frio que me atormenta

Me diz que te quero

Mas
Te perdi
Pra saudade
Solidão
E para o frio
Gélido
Que me atormenta.