De Corpo e Alma

O que fazer, se não sonhar com você?
O que dizer, se não versos de ti?
O que cantar, se não uma música pra nós dois?
O que pensar, se não na tua voz tão doce?
O que saborear, se não o teu perfume na minha camiseta?
O que respirar, se não o meu amor por ti?

Que coisa avassaladora é a tua chegada
Que mesmo sendo discreta me desperta
Palpita, desenfreado, o meu peito
Convidando pra dançar, um doce jeito

Tua boca um delírio de delícia
Envolvente em versos e carícia
Sonho às vezes com você em meus braços
E quem sabe na vida e seus embaraços
Talvez a gente se encontre
De corpo e alma.

Alex Ribeiro Lopes

Autor: Alex Ribeiro

Ator da Cia de Teatro Assisto Porque Gosto, psicólogo, poeta e cantor.

Deixe um comentário